11 passos para contratar um redator freelancer

tempo de leitura: 5 minutos

11-passos-para-contratar-um-redator-freelancer

Os redatores se tornaram profissionais ainda mais requisitados depois da popularização do Marketing de Conteúdo, estratégia que tem como foco a produção de conteúdo de qualidade e relevante. Nesta vertente do Marketing, além de gestores, analistas e editores de conteúdo, o redator é peça fundamental para a criação de conteúdo direcionado, pois é este profissional que gera o produto final da estratégia, como: blog posts, e-books, posts de Redes Sociais, entre outros formatos de conteúdo.

Assim, com essa demanda crescente, muitos começaram a se candidatar para vagas de redatores, mas nem todos demonstram competências suficientes para criar textos interessantes, claros e concisos. Por isso, é fundamental saber escolher o redator ideal para o seu projeto.

Se você enfrenta esse dilema e precisa criar critérios para escolher o redator freelancer ideal para o seu projeto de produção de conteúdo, veja agora 11 passos simples para contratar o profissional certo.

1 – Pesquise e analise o portfólio do redator

Todo profissional de Marketing deve ter algum trabalho para apresentar aos seus possíveis contratantes. Mesmo que o redator esteja no início de carreira, ele deve ser capaz de apresentar um portfólio — mesmo que sejam projetos pessoais, como: seu próprio blog, redes sociais, etc.

Assim, o primeiro ponto é saber se o redator assume essa postura profissional. O segundo ponto é analisar o portfólio divulgado pelo redator, visando conhecer seu estilo de escrita e suas competências comunicativas.

O que você deve avaliar:

  • Gramática e ortografia;
  • Habilidade comunicativa e argumentativa;
  • Coerência e clareza do texto;
  • Criatividade;
  • Autoridade nos assuntos abordados;
  • Veracidade das informações;
  • Organização do texto em intertítulos para facilitar a leitura;
  • Referências utilizadas.

2 – Priorize profissionais com certificações

Segundo a Content Trends 2016, realizada pela Rock Content, quase 43% das empresas que utilizam Marketing de Conteúdo exigem ao menos uma certificação. Dessas, 50% se dizem mais bem-sucedidas.

A certificação em Marketing de Conteúdo e em Produção de Conteúdo Para Web podem ser pré-requisitos úteis para escolher um redator freelancer competente. As certificações são oferecidas gratuitamente pela Universidade Rock Content, o que incentiva e possibilita o redator buscar sua qualificação.

especialização-marketing-de-conteúdo-rock-content

especialização-produçao-de-conteúdo-rock-content

Por que buscar redatores qualificados?

Para criar uma produção eficiente, é preciso mais do que uma excelente escrita. O redator deve ter algum conhecimento de Marketing, técnicas de venda, publicidade, ferramentas, estratégias, metodologias e processos. Assim, será apto a criar conteúdo relevante, direcionado e capaz de gerar resultados, ou seja, de converter em vendas.

3 – Crie um planejamento de pauta eficiente

O redator é aquele que redige algo que foi previamente planejado por outro profissional, ou até mesmo pelo próprio cliente. Não exija mais, a não ser que o redator também tenha competências de planejador de pautas ou gerente de conteúdo, e você esteja disposto a pagar a mais pelo serviço extra.

Caso contrário, faça um planejamento de pauta conciso, eficiente e com todos os detalhes que não podem faltar no texto final. Isso otimizará o processo de produção de conteúdo e o trabalho do redator. Saiba mais sobre como planejar suas pautas neste post anterior.

4 – Esclareça as funções do redator

Posicione-se desde o início sobre o que será exigido do redator a ser contratado. Deixe isso claro na sua descrição de vaga, bem como no contato com os redatores interessados em seu projeto.

Assim como no caso do planejamento, analise outros atributos, como SEO, pesquisa de imagens e publicação em plataformas de gerenciamento de conteúdo. Essas tarefas podem não estar na alçada do redator, ou podem ser consideradas como serviços extras com valores adicionais.

Desta forma, para evitar transtornos, formalize as funções do redator, listando e descrevendo cada uma delas por e-mail. Esse é o canal mais eficaz para a comunicação entre contratantes e contratados. Assim, o redator fica consciente de suas responsabilidades e assume o compromisso de cumprir tudo o que foi proposto no projeto.

Além disso, informe também ao produtor de conteúdo seus critérios de qualidade e normas do seu estilo de comunicação. Por exemplo: o tom de voz, a linguagem, se é permitido utilizar gírias, etc.

5 – Peça um texto teste


Mesmo depois de analisar um bom portfólio, é possível que você ainda tenha dúvidas sobre as habilidades do redator para a produção do seu projeto.

Neste caso, é totalmente compreensível solicitar um texto teste, para avaliar se o redator, mesmo um bom profissional, tem competência para escrever sobre as pautas pertinentes ao seu nicho.

Desta forma, não hesite! Converse francamente com o redator e passe para ele uma pauta teste, como se realmente fosse publicá-la em seu blog.

6 – Revise a pauta teste

Avalie o teste como se fosse publicá-lo. Revise, aponte o que precisa ser alterado e, se necessário, repasse para o redator. Converse com ele novamente e peça os ajustes de acordo com seus critérios de qualidade.

Newsletter

Receba por e-mail conteúdo direcionado, útil e relevante!

7 – Avalie a versão final

Após a entrega do artigo revisado, analise se o redator foi capaz de ajustar o texto de acordo com os critérios exigidos.

Caso o profissional não seja capaz de atender ao pedido, não prossiga a negociação e procure outro produtor de conteúdo.

Se o redator acertar e demonstrar habilidades comunicativas suficientes, conclua a negociação com ele.

8 – Assuma um compromisso de curto prazo

Comprometa-se em um período curto, para analisar o desempenho do redator escolhido. Ao longo desse período, avalie se o redator está mantendo a qualidade de conteúdo e se é capaz de gerar os resultados desejados.

9 – Defina a frequência da avaliação

Mesmo neste primeiro período, defina a frequência para avaliar o desempenho do redator freelancer. Isso pode variar, portanto tenha em mente algo possível e coerente com a produção.

Evidentemente, se o redator escreve um post por semana, não é producente avaliá-lo todos os dias. Assim, pense em uma frequência coerente e mantenha o trabalho do redator sob avaliação.

10 – Firme sua parceria com o redator

Se tudo der certo e você chegar até aqui sem problemas, continue passando trabalhos para o redator e pense em uma contratação mais duradoura.

Ajude o produtor de conteúdo a manter a qualidade da produção: não deixe de planejar e documentar sua estratégia.

11 – Recompense o bom redator

O redator cumpriu todos os termos exigidos e fez um trabalho eficaz? Então, recompense-o! Isso o estimulará a continuar produzindo conteúdo de qualidade e manter sua eficiência.

Desta forma, não atrase os pagamentos, parabenize, elogie, siga-o nas redes sociais, comente os posts de seu blog pessoal e continue a parceria!

Conclusão

Há variedades de redatores freelancers disponíveis pela internet, alguns bons, outros nem tanto. Além disso, dependendo do nicho, até os bons redatores podem não obter o desempenho esperado. Portanto, não hesite em testar, conversar e avaliar as opções do mercado. Esses passos garantirão a melhor escolha de redator para o seu projeto.

Essas dicas foram desenvolvidas a partir do post Contratar redator ou fazer sozinho? Analise os prós e contras de terceirizar sua produção de conteúdo. Se você achou interessante, visite o link e leia mais!


Gostou? Então compartilhe com seus amigos! Quer otimizar o trabalho dos seus redatores? Baixe este Template de Planejamento de Pauta Gratuito e comece a criar pautas incríveis.

imagem-template-planejamento-de-pauta

BAIXAR TEMPLATE AGORA

 

2 Respostas

  1. Gabriela Ferreira
    Gabriela Ferreira

    Encontrar um redator freelancer pode realmente ser algo complicado… Mas as dicas ajudaram bastante!

  2. Dani Ferreira
    Dani Ferreira

    Que bom que gostou das dicas, Gabriela! Juntei um pouco de nossas experiências para desenvolver este post 🙂

Deixe uma resposta