7 estatísticas que provam que o E-mail Marketing não morreu

tempo de leitura: 3 minutos

7-estatísticas-que-provam-que-o-Email-Marketing-não-morreu

O e-mail ainda é uma poderosa ferramenta de Marketing. Segundo uma pesquisa da Experian, 66% das organizações acreditam que em 2017 o e-mail será o canal de comunicação mais importante com clientes. Em 2016, uma pesquisa da FBITS mostra que 61% das empresas de e-commerce obtêm até 20% de seu faturamento por este canal. Além disso, 19% disseram que entre 20% e 50% da sua receita vem por meio de campanhas de E-mail Marketing. Quer conhecer mais dados que provam que o E-mail Marketing não morreu? Prossiga com a leitura e confira!

1 – O E-mail Marketing é utilizado por 86% das empresas brasileiras

A pesquisa Global Data Management Benchmark Report, feita pela Experian, revela que 86% dos empresários entrevistados consideram o E-mail Marketing como ponto-alto da comunicação empresarial.

Segundo a análise do gerente sênior de produtos da Serasa Experian:

“No mundo todo o e-mail ainda vai ser, por um tempo, um canal bastante relevante na estratégia de relacionamento com clientes. Apesar do crescimento das redes sociais, aplicativos e outras formas de contato, esse continua sendo o meio mais acessível à grande maioria das empresas. Ajuda também a relativa facilidade de se medir o retorno sobre investimento através dele”.

2 – 77% dos profissionais de Marketing B2B enviam newsletter por e-mail

Este dado é revelado na pesquisa B2B Content Marketing 2017, realizada pelo Content Marketing Institute (CMI).

As taxas de abertura de e-mails estão surpreendendo os analistas, como trata esta matéria da Forbes. Isso torna a newsletter por e-mail uma das tendências de conteúdo para 2017.

3 – 93% dos profissionais de Marketing B2B utilizam o e-mail para distribuir seu conteúdo

Nesta mesma pesquisa do Content Marketing Institute (CMI), dados mostram que as grandes empresas priorizam o e-mail como canal de distribuição de conteúdo.

As redes sociais, como LinkedIn, Twitter e Facebook, aparecem logo depois na lista.

4 – As taxas de abertura aumentaram 34,1%

Esta estatística vem de uma revisão Q3 2016 da Epsilon. Além disso, dados apontam que o número de usuários de e-mail em todo o mundo deverá atingir 2.9 bilhões de usuários até 2019.

Newsletter

Receba por e-mail conteúdo direcionado, útil e relevante!

5 – O E-mail Marketing pode aumentar as vendas em 138%

Esta é uma estatística da Convince and Convert. No entanto, os especialistas afirmam que não há formula mágica para gerar esta conversão através da ferramenta.

É preciso trabalhar a segmentação, frequência, criar um título chamativo e produzir conteúdo relevante.

O E-mail Marketing converte 3X mais que as Redes Sociais

Muitos pensam que as Redes Sociais substituíram e decretaram morte ao E-mail Marketing, mas isso não é verdade. Este dado é apontado pela Mckinsey, o qual mostra que o e-mail pode gerar até 3x mais vendas do que as Redes Sociais.

Desta forma, para uma estratégia mais eficiente, e-mail e Redes Sociais devem trabalhar juntos, e o conteúdo deve ser a prioridade das empresas.

7 – 72% dos usuários preferem o e-mail como canal de comunicação entre empresas

Quando questionados, os consumidores preferem o e-mail para receber comunicados corporativos. O segundo meio que preferem ser contatados é por envio postal. É o que aponta a Marketing Sherpa.

Quer aproveitar estas vantagens do e-mail marketing? Conheça o Autotic – ferramenta de Automação de E-mail Marketing

Conclusão

Definitivamente, o E-mail Marketing não morreu. Este ainda é um canal rentável, barato — quando comparado a ações de Marketing Tradicional — e com uma alta durabilidade, já que os e-mails enviados permanecem na caixa de entrada dos usuários até serem deletados. Portanto, o e-mail deve estar em sua lista de ferramentas essenciais para um plano estratégico de Marketing Digital.


Gostou? Então compartilhe com seus amigos e colegas de trabalho! Se este post foi útil para você, deixe um comentário e conte o que você achou dessas informações. Sua opinião é muito importante! 😉

Deixe uma resposta