Contratar redator ou fazer sozinho? Analise os prós e contras de terceirizar sua produção de conteúdo

tempo de leitura: 5 minutos

Contratar-redator-ou-fazer-sozinho

Se você está lendo este post é porque já entende que produzir conteúdo é fundamental para qualquer estratégia de Marketing. Você já sabe que o blog é peça chave para a publicação de conteúdo relevante e sabe que as redes sociais são aliadas para a distribuição desse conteúdo. Existem ainda diversas práticas e técnicas que devem ser consideradas, como: SEO, design de conteúdo, criação e cumprimento de cronogramas, calendários editorias, e por aí vai. Mas, como manter um ritmo contínuo de produção e publicação? Como manter a qualidade? Como equilibrar a administração dos negócios e a criação de conteúdo? Continue a leitura e tire suas conclusões.

Por que pensar em terceirizar a produção de conteúdo?

Uma pesquisa realizada pelo Content Marketing Institute (CMI) revela que 55% das grandes empresas mantém uma equipe pequena responsável pelas suas ações de Marketing de Conteúdo — estratégia de produção de conteúdo focado em gerar resultados.

No Brasil, 40% das empresas adotam à produção terceirizada, um aumento de 14% de 2015 para 2016.

Esses dados revelam que terceirizar a produção de conteúdo pode ser uma alternativa para quem não tem tempo de criar, publicar e distribuir frequentemente o seu conteúdo. Isso garante a produção, manutenção e atualização de conteúdo de blogs corporativos, redes sociais, canais de vídeo e outras mídias relacionadas à comunicação da empresa.

Portanto, o grande benefício de contratar um produtor de conteúdo é manter a produção, a qualidade e a frequência de publicação de conteúdo.

Contratar uma empresa especialista ou um redator freelancer?

Uma empresa especialista em Marketing de Conteúdo pode ser a solução mais completa para assumir sua estratégia. Neste caso, geralmente, fica sob responsabilidade da empresa realizar a gestão completa da produção de conteúdo, que envolve:

  • Planejamento;
  • Execução;
  • Coordenação;
  • Análise e monitoramento de todo o processo de criação, revisão, edição, publicação, distribuição e mensuração do conteúdo.

Essa solução é ideal para quem está com um orçamento mais robusto e tem disposição para assumir uma parceria mais longa com uma determinada empresa, pois a maioria delas trabalha com contratos de médio a longo prazo. Visto que os resultados de uma estratégia sólida de Marketing de Conteúdo podem começar a surgir em um período médio a longo.

Já a contratação de um redator freelancer, uma peça fundamental para a produção de conteúdo em qualquer tipo de estrutura, pode significar menores custos e um compromisso mais flexível. Neste caso fica de responsabilidade do redator contratado:

  • Produzir o texto das pautas criadas;
  • Manter os critérios de qualidade do contratante;
  • Manter a linha editorial e de comunicação do contratante;
  • Desenvolver conteúdo original;
  • Pesquisar e buscar auxílio em fontes de especialistas no nicho do contratante;
  • Revisar o conteúdo produzido;
  • Entregar;
  • Corrigir o conteúdo segundo a revisão do contratante;
  • Entregar o texto finalizado.

Assim, tanto uma empresa quanto um redator freelancer podem trazer benefícios para sua estratégia. O que deve pesar na sua decisão, basicamente, é o seu orçamento e o compromisso que você deseja assumir com a terceirização.

Prós da terceirização

 

  • Frequência de criação e publicação de conteúdo de qualidade;
  • Atualização constante dos canais de distribuição de conteúdo;
  • Liberdade para se concentrar nos negócios;
  • Possibilidade de diversificar formatos, como blog posts, e-books, campanhas de e-mail, posts para redes sociais, roteiros para vídeos, etc;
  • Ter um apoio profissional;
  • Criar um bom networking.

Contras de ter um time de conteúdo inteiramente terceirizado

  • O redator / empresa pode não conhecer a fundo o seu nicho ou a realidade de sua empresa / negócio. Talvez você e seus clientes entendam melhor as particularidades do seu negócio;
  • Por pouco domínio no assunto, os conteúdos criados podem ser superficiais;
  • A criação pode ficar muito limitada a etapa de atração, deixando deficiências nas etapas de conversão e fechamento.

A solução pode ser a combinação: time interno + time terceirizado

 

18% das empresas brasileiras que utilizam o conteúdo como peça estratégica de suas ações de Marketing optam pela produção de conteúdo combinada, ou seja, com um time interno mesclado com profissionais terceirizados.

Essa solução combinada de produção pode se tornar a mais ideal, na medida em que se pode alcançar os benefícios da terceirização e ao mesmo tempo sanar seus possíveis defeitos, como a falta de conhecimento aprofundado sobre a empresa, nicho ou mercado.

Afinal, como bom empreendedor, fundador, cofundador, sócio ou dono de um negócio próprio, você deve se envolver com o seu negócio. Pois ninguém será tão especialista quanto você. Ninguém conhecerá seus clientes tão bem quanto você.

Então, nesta perspectiva, você mesmo pode gerenciar seu programa de Marketing de Conteúdo, criar seus critérios de qualidade, um calendário editorial atualizado mensalmente, planejar suas pautas e depois passar o trabalho para uma pequena equipe ou até mesmo um redator freelancer.

Comente em seu próprio conteúdo, escreva artigos especialistas, responda você mesmo às dúvidas de seus clientes e potenciais clientes. Isso agregará muito valor à sua marca e gerará autoridade relacionada ao seu nome.

Mesmo que demande certo trabalho, organização e tempo, o resultado final vale apena: você conseguirá manter sua estratégia de conteúdo no rumo certo.

Extra: 11 dicas para escolher um redator freelancer

  1. Pesquise e analise o portfólio do redator;
  2. Observe se o redator possui certificações na área de produção de conteúdo (quase 43% das empresas que utilizam Marketing de Conteúdo exigem ao menos uma certificação. Dessas, 50% se dizem mais bem-sucedidas);
  3. Crie um planejamento de pauta eficiente;
  4. Descreva clara e formalmente (e-mail é sempre uma ótima opção de comunicação de trabalho) as funções que ele deve desempenhar (se você deseja um conteúdo otimizado, por exemplo, veja se o redator conhece técnicas de SEO e se cobra um valor extra por isso);
  5. Peça para o redator produzir um texto teste, sem compromisso, segundo o seu planejamento de pauta;
  6. Avalie o teste como se fosse publicá-lo. Revise-o e, se necessário, peça para o redator realizar alterações segundo seus critérios de qualidade;
  7. Analise se o redator foi capaz de corrigir o que foi salientado na fase de revisão. Se o redator não demonstrar confiança ou habilidade de comunicação suficiente, não continue o projeto. Se o redator se mostrar suficiente, feche a parceria e comece a discutir os valores da produção;
  8. Assuma um compromisso de curto prazo, a fim de avaliar se a parceria com o redator funcionará e poderá trazer resultados para sua estratégia;
  9. Defina um período para avaliar o desempenho e os benefícios que o redator tem proporcionado;
  10. Se tudo der certo, continue com o redator e contribua para que ele mantenha a qualidade de seu trabalho: crie, planeje e documente sua estratégia, pontuando objetivos, a Buyer Persona, o mapeamento da Jornada do Consumidor, o mapeamento do Funil de Vendas, as palavras-chave necessárias, entre outros pontos que devem constar em um planejamento de pauta completo;
  11. Recompense o redator pelo o bom trabalho: não atrase os pagamentos, parabenize, elogie, siga-o nas redes sociais, comente os posts de seu blog pessoal e continue a parceria!

Conclusão

Felizmente, você tem muitas soluções e alternativas para continuar produzindo conteúdo relevante e valioso. O mais importante, vale ressaltar, é manter a qualidade da produção, visando sempre os interesses de sua audiência. Portanto, não embarace seus pensamentos entre terceirizar a produção de conteúdo ou fazer sozinho. Pense em somar as duas possibilidades e extrair o que cada uma delas tem de melhor. Assim, sua estratégia de conteúdo será mais bem-sucedida e você ainda será capaz de continuar administrando seus negócios, como mais ninguém é capaz de fazer.


Gostou das dicas? Então compartilhe com sua equipe, amigos e parceiros de trabalho! Quer receber por e-mail dicas exclusivas e posts relevantes como esses? Cadastre-se na newsletter e não perca mais nenhuma novidade do blog. 😉

Newsletter

Receba por e-mail conteúdo direcionado, útil e relevante!

 

Uma resposta

  1. […] dicas foram desenvolvidas a partir do post Contratar redator ou fazer sozinho? Analise os prós e contras de terceirizar sua produção de cont…. Se você achou interessante, visite o link e leia […]

Deixe uma resposta