Quais as técnicas de marketing digital mais usadas para gerar tráfego?

postado em: Guest post | 0

tempo de leitura: 4 minutos

Quais as técnicas de marketing digital mais usadas para gerar tráfego?

Você acha que anunciar no Google é a única maneira de ter audiência para sua estratégia de marketing digital? Saiba que isso não é verdade. Existem muitas formas de como gerar tráfego na Internet.

Considerando que o próprio Google tem mais de 100 bilhões de buscas mensais e o Facebook tem mais de 127 milhões de usuários no Brasil (sem contar o Instagram, YouTube e outros), é seguro afirmar que existe muito tráfego online. Apenas uma minúscula parcela disso já seria o suficiente para alimentar a sua estratégia de marketing digital.

No entanto, como direcionar esse tráfego para você? De que modo criar um caminho para receber uma boa audiência no seu site, canal no YouTube ou outra plataforma?

Veja a seguir como gerar tráfego na Internet com as estratégias corretas!

Anúncios são excelentes formas de como gerar tráfego

Para começar o nosso artigo sobre como gerar tráfego, precisamos falar inicialmente sobre o “arroz com feijão” da área: os anúncios. Eles foram, são e serão por muito tempo a ferramenta central para direcionar público para o seu conteúdo.

Por isso, é essencial entender como usar as ferramentas de modo a conseguir os melhores resultados possíveis. O primeiro passo para isso, no entanto, é compreender que os anúncios devem ser trabalhados de maneira bem pensada e planejada. Não basta simplesmente adicionar R$500,00 no Google ou no Facebook Ads e achar que isso trará resultados para o seu negócio.

O primeiro ponto sobre o uso de anúncios para gerar tráfego é entender como montar uma estratégia hierárquica entre os diferentes grupos de público e como traçar estratégias que sejam inteligentes para atingir objetivos específicos.

Por exemplo, pense em uma campanha de anúncios para o YouTube. Existem vários tipos diferentes de anúncios que podem ser veiculados por lá, como por exemplo o anúncios que exibem um vídeo entre os relacionados e aqueles que aparecem antes do início de um conteúdo.

O primeiro é uma boa estratégia para conseguir mais visualizações e seguidores para um canal. Portanto, deve ser usado com os melhores conteúdos orgânicos para fazer o público-alvo conhecer aquele material e se tornar um seguidor.

Já o segundo tem um objetivo de conversão. Portanto, deve ser usado com um botão de conversão e deve ser feito de outra forma.

O ideal é não mostrar o mesmo conteúdo, da mesma forma para todas as pessoas. Ao saber como diferenciar essa questão, você criará tráfego da melhor maneira.

Estabeleça ações de tráfego orgânico também

Criar um fluxo constante de tráfego pago é uma boa ideia para quem vende na Internet, seja um produto específico, seja um dropshipping, infoproduto ou qualquer outra coisa.

No entanto, essa é uma estratégia cara. Afinal, você precisará sempre de alimentá-la com dinheiro para ter resultados. Sem o investimento inicial, não conseguirá ter uma boa performance.

A não ser que você trabalhe também com tráfego orgânico, claro.

O tráfego orgânico é uma estratégia cujo objetivo é se posicionar bem no Google, no Facebook ou no YouTube para receber tráfego sem precisar pagar por ele. Cada uma dessas plataformas tem uma exigência e funciona de uma maneira específica, o que pode ser um pouco difícil de dominar.

Por exemplo, no YouTube o principal elemento para direcionar tráfego orgânico é a sua taxa de CTR, ou seja, sua Taxa de Cliques. Quanto maior o seu CTR (normalmente, 3% ou 4% são valores incríveis), mais tráfego orgânico. Como o que mais direciona CTR é o título e a thumbnail do vídeo, é ali que você deve se esforçar mais.

Do outro lado, o Google em si funciona mais com o princípio da autoridade. O buscador quer saber quem tem mais credibilidade sobre um assunto e, nesse contexto, a estratégia de link building é a mais importante (embora a experiência do usuário no seu site seja essencial também).

Por fim, as redes sociais funcionam com o princípio do engajamento. Quanto mais pessoas comentam, curtem ou compartilham o seu conteúdo, mais os algoritmos o exibem ao público. Portanto, táticas para estimular engajamento são as mais recomendadas.

As técnicas devem ser usadas em conjunto sempre

Não existe uma resposta adequada entre tráfego pago ou orgânico. Se você quer saber como gerar tráfego mesmo, de maneira constante e farta, precisa usar os dois. Cada um para uma coisa.

O tráfego pago deve sempre alimentar ações novas, potencializar estratégias e trabalhar diretamente com a parte de vendas da sua campanha de marketing. Afinal, é onde costuma dar mais resultado.

Já as estratégias de tráfego orgânico devem ser usadas para trazer retorno em longo prazo, maior autoridade e credibilidade para o seu produto ou serviço. Assim, o próprio trabalho das campanhas pagas ficará mais fácil.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Aplicando-o na prática, ficará mais fácil saber como gerar tráfego na sua estratégia digital.

Não esqueça de deixar um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!

Deixe uma resposta